Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

AMÉLIA AOS 86 ANOS, CELEBROU A SEGUNDA GRADUAÇÃO

AMÉLIA AOS 86 ANOS, CELEBROU A SEGUNDA GRADUAÇÃO
5 (100%) 9 votos

Uma história muito especial vem chamando a atenção dos moradores do Distrito Federal. A aposentada Amélia Dinis, de 86 anos, se formou na faculdade de Teologia. Mas o que espanta não é o fato de a idosa concluir uma graduação em tão avançada idade. Amélia conta que essa será sua segunda faculdade, após 64 anos da primeira.

Não basta essas duas conquistas, a aposentada já se matriculou em uma pós-graduação noturna. Mãe, avó e bisavó, Amélia vai voltar às salas de aula pelo menos duas vezes por semana. Ela se define como uma pessoa muito dedicada aos estudos. Obteve 9,5 no trabalho de conclusão de curso, cujo tema foi sobre a relação entre o Papa Francisco e a Igreja Católica.

 

As dificuldades e a beleza de estudar

Amélia Dinis não está muito familiarizada com as novas tecnologias. Ela conta inicialmente seu trabalho final do curso foi escrito à mão. A aposentada, no entanto, errava muito e acabava gastando muitas folhas. Ela se obrigou a digitar no computador todo o material, ainda que com dificuldade.

Amélia contou que sempre se dedicou aos estudos e foi aprovada com a nota 9,5 no Trabalho de Conclusão do Curso, o “temido TCC”, brinca. O tema escolhido para o artigo foi a relação entre o Papa Francisco e a Igreja Católica.

Amélia conta ainda que no início do TCC escreveu grande parte do texto à mão, em folhas de papel. Mas mesmo sem dominar o uso do computador acabou optando por trocar o meio analógico pela tecnologia.

O SONHO

O sonho de voltar a estudar após 64 anos veio após a morte do marido. Ela já era formada em Filosofia, curso concluído em 1950. Amélia conta que apenas sua irmã sabia que ela prestaria o vestibular. Sempre que as filhas chegavam em sua casa, escondia os livros. A aposentada afirma que estudou o suficiente para passar na prova.

A família de Amélia enxerga a aposentada como uma inspiração. As filhas comentam que durante os tempos de estudo jamais deixou de dar atenção à família. Mesmo em época de provas, Amélia conseguiu gerir seu tempo entre os estudos e os familiares. Apesar de viver cansada, ela afirma que encontrou um novo propósito na vida.

Ao discursar, o reitor da instituição, padre Eduardo Vinícius de Lima Peters, prestou homenagem à estudante. Antes da solenidade, o bispo auxiliar de Brasília, Dom Marcony Ferreira, conduziu uma missa e, ao fim da cerimônia, um jantar foi oferecido aos formandos.

Para a família de Amélia, a data mereceu ser comemorada. “Foi tão emocionante, um exemplo para todos, disse Renata Diz – uma das 14 netas.

A recém-formada lembra que fez a prova do vestibular confiante. “Esperava que poderia passar”. Amélia também contou com uma forcinha dos céus. A aposentada confessa que ao saber da aprovação, fez uma novena à Nossa Senhora e, na promessa, pediu saúde e disposição para concluir os quatro anos de estudo.

Ela foi aprovada com a nota 9,5 no Trabalho de Conclusão do Curso, o “temido TCC”, brinca. O tema escolhido para o artigo foi a relação entre o Papa Francisco e a Igreja Católica.

A dica é nunca desistir dos seus sonhos. Organize seus objetivos e encontre as melhores maneiras de realizá-los.

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×