Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

VOVÓ IRMA DE 93 ANOS É VOLUNTÁRIA NA ÁFRICA

VOVÓ IRMA DE 93 ANOS É VOLUNTÁRIA NA ÁFRICA
4.7 (93.85%) 13 votos

Nunca é tarde para a gente realizar nossos sonhos, fazer o bem e promover uma mudança – na nossa vida e/ou na vida dos outros. E essa senhora de 93 antes sabe bem disso: vovó Irma é italiana e vive em Milão, mas recentemente mudou temporariamente de endereço: embarcou para uma aventura que tem surpreendido a todos.

Quando você vê uma senhorinha com malas em um aeroporto, você já logo pensa que ela deve estar indo fazer uma viagem em família, ou visitar um filho ou ainda um neto, não é mesmo? Mas, neste caso, não. Vovó Irma foi para a África, trabalhar como voluntária durante três semanas em um orfanato no Quênia.

Voluntariado é algo que está em alta. Todos os tipos de pessoas, de classes sociais diferentes, têm participado de atividades voluntárias para ajudar os outros. Às vezes são gestos simples, como juntar agasalhos para moradores de rua no inverno.

 

Vovó  Irma, que viajou aos 93 anos à África para ser voluntária.

 

A Vovó Irma foi acompanhada de uma de suas filhas, ela embarcou recentemente para o Quênia, no leste da África. O objetivo dessa viagem surpreendentemente é trabalhar como voluntária em um orfanato por três semanas. E experiência com crianças ela tem. Afinal, aos 26, ao ficar viúva, cuidou sozinha de três filhos.

A história da Vovó Irma viralizou no Facebook após uma das netas postar uma foto sua na rede social. Elisa Coltro fez um relato bonito e emocionante junto à foto. Ela afirma que a avó é um exemplo para quem quer viver e não apenas sobreviver. A orgulhosa neta fez questão de partilhar outras fotos da viagem da avó em sua conta.

Vovó Irma mostra que a idade avançada não é empecilho para ajudar alguém. Fica a dica é você estar atento. Sempre há alguém por perto que precisa de alguma ajuda. E ajudar não significa dar esmolas, mas sim ter atitudes que possam fazer a diferença nas vidas de quem precisa.

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×