LITERATURA DE CORDEL- FELIPE GESTEIRA

‘O jumento e a troca dos brinquedos’ usa literatura de cordel para abordar brincadeiras infantis

Existe cor de menino e cor de menina?

E brinquedo, tem gênero ou mais importa a diversão?

“O jumento e a troca dos brinquedos”,  é uma história em versos que usa O Cordel a conhecida expressão cultural nordestina para discutir questões como gênero e infância.

Na história, tudo parece correr conforme o planejado num dia de passeio e que seria de folga para mães, pais e crianças.

Ela se passa num período de festas juninas, mas a confusão começa quando um jumento, empacado no meio da estrada, força a freada brusca do motorista que conduz o ônibus com a meninada.

Após o susto, nenhum arranhão. Porém, o mesmo não pode se dizer dos brinquedos, todos revirados. E aí, sim, começa a brincadeira

Felipe Gesteira relata : “Além da beleza do gênero literário, existe no texto em cordel o resgate cultural, pois o cordel é de extrema importância para a cultura nordestina”. 

“O jumento e a troca dos brinquedos” está disponível na Amazon em formato de e-book ,pode ser lido por meio do aplicativo Kindle, que funciona também em celular, tablet ou computador. A obra está sendo vendida a R$ 1,99.

Acesse este link: https://www.amazon.com.br/gp/product/B08N5967F1/

 

Felipe Gesteira

Jornalista, fotógrafo e consultor. Escreve desde poemas de amor a ensaios sobre democracia e liberdade.

É editor no site Termômetro da Política e autor de “Emagreça bebendo cerveja”.

Instagram:             https://www.instagram.com/felipegesteira

Twitter:                 https://twitter.com/gesteira

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.