Envelhecer

CUIDADO COM MEDO DA VELHICE

CUIDADO COM O MEDO DA VELHICE

ELISSELMA ALVARINO

Nossa vida é permeada pelos MEDOS, eles nos bloqueiam e nos impedem de alcançar muitas vitórias.

Mas medo é o seu título principal, nele geralmente vem embutido alguns subtítulos: medo de ficar pobre, medo de não ser aprovado, medo de ser aceito, medo de não ser capaz, medo de não dar conta, medo de não dar certo, medo de perder um amor, medo de não estar perfeito, de errar, medo do que vão falar, pensar, etc…

E quando se trata da velhice então, existem medos mais específicos ainda, dentre eles podemos citar: medo de perder a liberdade, medo de ficar dependente físico, financeiro…, medo de não ser mais útil, medo da diminuição ou perda da sexualidade, medo de ficar sozinho, medo de adoecer, medo de morrer…medo…medo…medo…

Aí vão algumas indicações para que faça uma autoanálise e identifique se está bloqueado por algum desses medos:

Desânimo – se sente inferior com relação a pessoas mais novas que você, acha que por causa da idade está perdendo sua utilidade para o meio em que vive;

Posicionamento – não posiciona mais sua opinião com receio de não ter seu posicionamento aceito devido sua idade;

Opinião própria – não fala mais pois acredita estar velho demais para manifestar seu ponto de vista e passar por algum constrangimento por isso.

Peso da velhice – sente pesar pela idade que tem, não consegue ser grato por ter chegado até aqui;

Aparência física – exagera empenhando-se em acompanhar a moda que os mais jovens praticam, ignorando todo o valor e significado que sua aparência te dá;

Ocupação própria – se sente incapaz e acha que ninguém vê mais utilidade em você;

Pensamentos – acha que as pessoas não darão mais importância às suas ideias/pensamentos;

Amor – sente-se incapaz de aceitar ou dar amor para alguém, culpando a idade, pensa não ter mais para dar.

Religião – por ter passado parte da vida em uma determinada religião, acredita não ser capaz de se abrir para novos entendimentos no que diz respeito ao espiritual.

Algumas recomendações sobre como lidar com o medo, de forma geral: ter um propósito definido, uma ocupação adequada, um desejo apaixonado por executar um serviço proveitoso aos outros e tomar algumas decisões que vão fazer você vencer o medo instantaneamente:

Decidir aceitar a velhice como uma benção que traz consigo compreensão, paciência, domínio próprio,

Decidir aceitar a morte como um evento inevitável,

Decidir seguir a vida sem um amor se necessário, sendo feliz primeiro consigo mesmo,

Decidir não se preocupar com o que as pessoas pensam, falam, ou sentem, isso não é problema seu, mas apenas delas mesmas,

Decida esquecer o que sente com as doenças, assim não irá maximizar dores, resfriados e incômodos,

Decide ser feliz com qualquer bem material que conseguiu adquirir durante sua vida, relaxe…deixa fluir

No mais existem também as curas através da prática específica para cada medo, mas isso é uma outra conversa

ELISSELMA ALVARINO

 

Enfermeira, com Especialização em Psicanálise,

Palestrante

Mentoria online e presencial individual

Mentoria em grupo de whatsapp fechado,

Escritora de 02 livros:

Dicas da Sabedoria para o Conhecimento   

Rompendo Fronteiras.

Instagram –  https://www.instagram.com/elisselmaoliveiraoficial/

Face – https://www.facebook.com/elisselma.oliveira.9

YouTube – https://www.youtube.com/@elisselmaoliveira8075

Email: elisselma.alvarino@hotmail.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo