SEREIA POR ADELE PEREIRA

 

 

Sereia

 

Quero!
Em seus braços mergulhar.
Respirar em sua boca.
Deslizar em sua pele.
Nadar em sua essência.

Almejo!
Que seja fonte dos desejos
Oceano dos prazeres.
Timoneiro a navegar.
Capitão de meu veleiro

Ês
Mares em revolta.
Tempestade em alto mar.
Furacão em nina vida
Clarão de um relâmpago.

Tenho!
Muitos rissos a lhe ofertar
Minha risada, como melodia soar.
Por sabe-lo feliz, feliz também ser.
Enche-lo de mimos carinhos e beijos..

Ilusão!
Tu existe, ou é sonho meu
Calmaria pós tormenta.
A bússola de meu destino.
A guiar-me a seu prazer.

Salvação!
O navio para o naufrágio
Atlanta para sereia.
Daí a paz para minha alma.
Balsamo para meu corpo.

Redenção
Cura-me desse mal.
Deus do oceano.
Seja meu Osíris.
Nunca um Telquines

ADELE PEREIRA

Escritora Adele Pereira

 Não tenho Idade numérica, tenho datas comemorativas de vivências .

  Aposentada me direcionei ao prazer de escrever, anjos me descobriram.

 Deram asas a minha imaginação e me vi blogueira , escritora, colunista  e os poetas ,que me perdoem:poetisa.
Palavras dançam na minha mente ,e transporto para o papel, sonhos,ilusões e amor.
Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.   É assim Adelia De Melo, está Adele Pereira.

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.