Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

A NOVA VELHICE E A SEXUALIDADE! LEILA CRISTINA

A NOVA VELHICE E A SEXUALIDADE! LEILA CRISTINA
4.9 (97.71%) 35 votos

 

 

 

Velhice, palavra carregada de negatividade, de tristeza, de sensação de que a vida acabou… Mas será que é assim mesmo?

Houve um tempo que sim, velho era geralmente triste, com autoestima muito baixa, até abandonado pela família.

Mas esse tempo faz parte de uma história muito antiga, do século passado (amém!!!)

Hoje temos uma nova geração de velhos e velhas maravilhosos, que se amam, que saem, são independentes, viajam, vão à festas e bailes, tem grupos de amigos, fazem musculação e Pilates, Yoga e até pompoarismo.

 

 

Estamos diante de pessoas com uma cabeça cheia de ideias e sonhos, que são exigentes com sua aparência, sem serem neuróticos, que aceitam as rugas e os kilos a mais e vivem plenamente seus dias cheios de alegria e saúde!

Obviamente, esta nova geração de idosos muito apropriadamente ganhou o nome de envelhescentes.

São homens e mulheres que mantém o astral sempre elevado e que ao contrário do que muitas pessoas pensam, apesar dos cabelos brancos e o corpo marcado pelo tempo que viveram, fazem muito sexo sim!

E o sexo, como ele é na velhice? Normal como na juventude, oras! Ahhhhhhh não pode ser, vocês podem estar pensando, ou então, ahhh mas com viagra fica fácil.

Nada disso, o que o pênis depende para ficar ereto é o conjunto testosterona, vigor geral e boas condições cardíacas. É o sangue que preenche suas cavidades (corpos cavernosos e esponjosos) que o faz ficar ereto.

 

 

Na velhice, a testosterona tem um decréscimo, é fato, mas há formas de recompor esse hormônio. Não estou falando do viagra… existem produto naturais que são capazes de fazer o organismo aumentar a produção de testosterona naturalmente, mas outra hora falo deles.

O vigor geral e um bom sistema cardiorrespiratório, no entanto, dependerá do que você faz hoje. O que você come, como e quanto dorme, seus vícios, todos esses fatores influenciarão muito mais sua libido do que você pensa. A gordurinha da picanha que você come sem pensar no amanhã combinada com uma vida de porres pode detonar uma bomba em você. Ai fica difícil do pinto subir, amigo!

É claro que os estímulos necessários para um desempenho sexual masculino ou feminino serão maiores do que na juventude.

Nem todo casal faz muito sexo em todas idades, portanto, existem casais jovens que fazem pouco sexo e casais de idosos também. A nossa geração tem um ponto que causará mais problemas do que a geração mais antiga, não nos preparamos para amar ou desejar um corpo enrugado. Até uma certa idade é ainda possível simular jovialidade, mas certas áreas do corpo são bombardeadas pela falta de colágeno, irão despencar. É a implacável lei da gravidade… mas estamos mudando nossa mentalidade e começando a conviver bem com nosso corpo.

Um sexo gostoso começa com um bom dia, um sorriso, uma pequena delicadeza e muita travessura! O sexo na velhice respeita outros ritmos, mas safadeza é um estado de espírito e rompe fronteiras. Não se engane que isso não existe, velho não é anjo para ser assexuado.

 

 

Fazer uma vulva se excitar em suas mãos exigirá dos velhos da minha geração muito mais desenvoltura pessoal e, nem sempre, esse regulador existirá. Muitas mulheres diminuem a lubrificação vaginal por causa da menopausa. Será no espírito de parceria, confiança mútua e alegria sexual que a validação acontecerá. O desafio será maior. Mas felizmente a indústria dispõe de produtos maravilhosos capazes de transformar estes momentos em puro prazer novamente.

Lubrificantes especiais a base de água ou de silicone, sem cheiro, de alta duração e com vitamina E para uma vagina mais ressecada e fina são simplesmente divinos. Assim como excitantes para prolongar a excitação e ereção do pênis à base de ginseng, excitantes para clitóris que vão deixar os homens e mulheres plenamente satisfeitos.

Se um idoso tem mais dores no corpo, menos fôlego, saúde abalada (diabetes é um dos maiores inimigos do sexo, pois causa perda de circulação nas extremidades/pinto) certas posições serão impossíveis de se realizar. Mas nós não queremos malabarismos, queremos só prazer! E depois não tem plateia para aplaudir mesmo…

Não se esqueça que o sexo (em qualquer idade) começa muito antes da cama e termina muito tempo depois. Afeto, carinho, delicadeza, preocupação com o prazer e bem estar do outro, uma pitada de sacanagem, e uma mente aberta são os ingredientes perfeitos para uma vida sexual plena e feliz!

 

Leila Cristina Jorge

Bióloga, Terapeuta Sexual, Coach de relacionamentos, Life Coach, e estudiosa da sexualidade humana especialmente do idoso. Hipnoterapeuta Ericksoniana e Clássica (OMNI). Desenvolvi um método de tratamento com resultados excelentes para ajudar quem tem dificuldades de ereção, falta de libido, ejaculação precoce e outras disfunções sexuais.

email: contato@leilacristinalifecoach.com.br

 

 

 

 

 

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×