CICLOS(AVÓS)-POR-ADELE PEREIRA

Os burburinhos da vida fazem trovoadas
em minha mente

Quero seguir calma serena meus caminhos
livremente

Tenho livre arbítrio para minhas escolhas
mas sou tolhida em minhas vontades

Em nome de uma sociedade abortiva que não
permite diferentes

Tudo é rotulado colocado do em prateleiras
para exposição ou esquecimento

Qualificado de sem moção levando-o a exclusão
para ficar na solidão

Há pendencias e independência saibam a decernir
separação

Quando jovens buscamos as coisas da vida nos
atiramos vamos aluta

Na longevidade temos que pegar o que a vida
nos oferece

As oportunidades os recursos os prazeres ter
o sabor de viver

Jovem se lança a vida com vigor idoso busca
o vigor da vida

Jovem procura o amor idoso quer partilhar
amor

Jovem tem todo o tempo do mundo idoso
tem pouco tempo para o mundo

Jovem luta por tudo que lhe e possível
Conquistar

Idoso recebe tudo que lhe e possível
Acolher

Viver não tem idade tem o querer o
ofertar o receber e doar

O ser solidário no aceitar os arroubos dos
jovens translouco

O não abortar os loucos desejos dos
lúcidos velhos

Não importa os anos passados ou vindouros
toda época e de ouro

São etapas de criança adolescentes idoso
jovem ou ancião

Os idosos já deram sua contribuição já
desprenderam as mãos

A modernidades hoje nos permite longevidade
com saúde e ponderação

Não podem nos fazer condenação temos
ainda nossas vontades

Não queremos ser coordenados a subordinação
temos emoção

Adele Pereira

 

Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.

É assim Adelia De Melo, está Adele Pereira.

Email: gastldimmelo@gmail.com  

Instagramhttps://www.instagram.com/pereira_adele/

 

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.