SER MÃE- POR DANIELA ARAUJO

Ser mãe para ser o que quiser….

Sabemos que cada dia mais está difícil para maternas atuarem no mundo corporativo, passei por essa situação duas vezes, em 2008, logo

que engravidei do meu primeiro filho, tive a oportunidade de assumir um cargo de coordenação, fui reprovada logo na primeira fase…

A justificativa? Eu ficaria muito tempo fora de licença maternidade, não poderia assumir tal responsabilidade. Fiquei triste, mas segui!

E 2015, já retornando de licença maternidade da minha segunda filha, cheguei ao escritório e nem lugar para sentar eu tinha,

Resumindo: Fui Demitida.

Porque o mercado nos trata assim? Porque as mães são invisíveis?

Sempre me dediquei muito ao mundo corporativo, uma vez inclusive

Uma colega de trabalho me disse a seguinte frase: “Você se dedica tanto ao negócio dos outros, porque não passa a se dedicar ao seu negócio?”.

Essa frase me acompanhou desde o dia que a ouvi, ainda no ano de 2014, depois do meu desligamento, muitas coisas aconteceram,

Inclusive uma depressão no meio do caminho, se eu desisti? Não! A vida é uma roda gigante, hora estamos lá no alto, hora lá embaixo.

Mas deixo meu recado aos gestores das empresas: Olhem seus colaboradores, principalmente as mulheres.

                     

Hoje luto pelo empreendedorismo materno, acredito que as mães precisam sim de espaço, precisam de cuidados.

 

 

 

 

 

 

 

 

Em breve conto mais da minha história para vocês!

Daniela Aarujo

 

Daniela Araujo | 39 anos | Administradora

Empreendedora Materna, apaixonada pelas pessoas e pelos meus filhos.

Mãe do Leonardo e da Lorena.

https://www.instagram.com/oficialdanielaaraujo/
https://www.facebook.com/daniela.rodrigues.71

dany_mrodrigues@hotmail.com

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.