SILÊNCIO-POR-ADELE PEREIRA

Hoje quis ouvir a voz do coração, o silencio
o analisar, o ser coerente, comigo mesmo
Não ir contra meus princípios, o meu estado de direito, respeitar meus limites, exercer meu livre arbítrio
Fazer minhas escolhas por mim, mesmo não compreendida, sabendo o que me pedem e do que posso ofertar. Do que vou receber sem me agredir, meu físico minha dignidade
meu eu interior
São atitudes firmes para comigo, que farão
grandes diferenças. Não só a mim, mas há uma grande camada de pessoas, embora modernas, ainda mantem uma mentalidade arcaica, de desigualdade


Meu reconhecimento pessoal, de minhas forças de minha individualidade, minha
dignidade, me leva ao patamar de ser humano. Longe do feminicídio (assassinato proposital de mulheres ,somente por serem mulheres)

Agressão a mulher simplesmente por ser fêmea podando-lhe sua essência . Em meu silêncio, senti dores de muitas a submissão
De tantas, a subordinação, para com a sociedade , arcaica e ainda machista
Não será com afrontas que iremos mudar, o que está impregnado em alguns, Homem x mulher. Mas com a nova cultura de relacionamento, Mulher & homem, juntos
para um bem maior


Está havendo grandes mudanças mundiais, em todos os sentidos. Ë hora de reavaliar o posicionamento da fêmea, da feminilidade
de sua contribuição, da união das próprias
mulheres entre si
O empoderamento, não é estar por cima, se sentir poderosa, mas se apoderar de uma causa que trará o benefício, e o engajamento de maior número de pessoas. Se agregar a uma divulgação, por melhorias trazendo ideias, demostrando valores, acrescentando


Sempre , para uma harmonização . Geral para usufruir no agora, e para as novas gerações vindouras, saberem. ” O porque tem esse direito não que tem o direito”
ADELE PEREIRA
23 /08/20

 

Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.

É assim Adelia De Melo, está Adele Pereira.

Email: gastldimmelo@gmail.com

Instagramhttps://www.instagram.com/pereira_adele/

 

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.