Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

TRISTEZAS POR APARECIDA CAMILO

TRISTEZAS POR APARECIDA CAMILO
5 (100%) 9 votos

 

 

Tristezas

 

Como as brumas em silêncio, entre a penumbra das aragens,

algodão doce a flutuar, em uma tarde cinzenta,

o vento soprando lá fora,

ao longe as ondas do mar agitado exalava o cheiro do salgado suor,

o que não importava nos torvelinhos de fio a fio a dançar com a chuva,

na marcha lenta e presunçosa que apressou em encerrar as cortinas

consentindo para trás o acordar de um sonho.

Lavando os sexos das ruas,

pelas ladeiras do tempo que desmorona em agonia,

se quebrando em cada curva do caminho por onde passa apressada.

Pois não existe mais um corpo, o pensar evanesceu, a voz perdeu-se no tempo.

Lá fora as gotículas gesticulam num bailar simétrico a inundar

o pulsar frenético do introspecto afã.

 

 

O sol com o barulho de seus raios aquece e cintila um novo amanhecer.

O corpo não responde o querer de um acalento,

os olhos não obedecem ao que manda tua imaginação.

Tristeza é não dormir quando teu corpo pede repouso,

quando a voz já não alcança o coração de quem se ama,

quando não há mais riso, quando a alegria esmaece como o ocaso.

É não sentir fome, é o coração sentir dor,

é uma guerra fria entre o querer e a razão,

é quando qualquer bobagem, já te faz logo chorar,

é a triste sensação que tudo vai desabar,

é também o pensamento que a dor não parará.

 

 

Perdida entre sonhos e um querer que não pode ser,

na sombra da ilusão de um belo amanhecer,

na penumbra do entardecer,

entre as flores e o cantar de um bem querer,

guiada por alguns passos invisíveis do amor, a ermo,

largada por tuas mãos delicadas.

Fui além do meu querer, pura, sábia,

mesmo que só por alguns instantes.

Eu fui de tudo, desde a amante a profeta,

fiz versos diversos para acalentar o teu pranto,

e de tanto que fui restei nada.

 

Aparecida Camilo , Advogada atuante e Pós-Graduada em Língua Portuguesa, durante seu tempo por aqui entre todos que denominamos humanos, sempre lidou com pessoas. Não seria diferente a escolha de sua profissão. Trabalhou pouco em sua vida, mas sempre gostou de estudar e estudou um pouco. Não saberia dizer em que idade se encontra, pois tem dia que vive a sapiência e o silêncio dos 100 anos, outro vive o glamour dos 20, outro a introspecção dos 40, e ainda tem aquele dia que ela vive somente a teimosia dos 5 anos de idade, em seu Registro de Nascimento consta que ela completou 54, com gratidão a este Universo tão vasto e bonito que nos faz sonhar e esperançar, que chamamos Deus e vive sempre com as possibilidades que a vida apresenta, o seu lema é: viver um dia por vez, aprendizado que obteve ao longo de sua vida e espera ainda viver na serenidade.

E-mail: aparecidacamilo@hotmail.com

https://www.facebook.com/aparecida.camilo.33

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×