PERDÃO POR ADELE PEREIRA

PERDÃO

 

Por três dias deite-me
Debaixo de um coqueiro
Buscando a presença de Deus
Senti o vento suave, o calor do sol
O chilrear dos pássaros, o silencio
Orei, implorei, busquei, esperei
Vi a cidade aos meus pés, a cidade
No qual nasci, vi seu esplendor
Suas arvores, grandes ipês, suas casas
Ao longe seus edifícios, novos e antigos
A catedral, mais alta da América latina

 

 

E pensei. Isto é Deus
O mundo sua criação, que se perpetua
Após guerras, incertezas, atrocidades
O bem é maior que o mal, pois nada
Absolutamente nada, acaba ou termina
Sempre tem continuação, o renascimento
O relativismo, na busca, na certeza, no eu
Ai senti Deus!!!! Onde sempre esteve
Dentro de mim! Sabia, mas não o sentia
Senti seu amor! Por uma filha ausente
A sua procura, seu aconchego, seu encontrar

 

 

Que haja dilúvio, bombardeio, tsunami
Vendaval, pragas, nada destruirá o mundo
Se o criador assim, o quiser , ordenar
Ele deu a nós, para usufruirmos, saboreá-lo
Com toda sua fartura, beleza, esplendor
Cabe a nós, a preservação, a paz, harmonia
Perdoa-nos criador por tanta destruição
Desavenças, incompreensões, e matanças
Perdoa a mim, por minha culpa, omissões
Conceitos errôneos, preconceitos, indiferenças
Perdoa-me! Pai! Perdoa-me! Criador!
Perdoa-me! Meu Deus!
Perdoa-me!

ADELE PEREIRA

ADELE PEREIRA

Não tenho Idade numérica, tenho datas comemorativas de vivências .

Aposentada me direcionei ao prazer de escrever, anjos me descobriram.

Deram asas a minha imaginação e me vi blogueira , escritora, colunista  e os poetas ,que me perdoem:poetisa.

Palavras dançam na minha mente ,e transporto para o papel, sonhos,ilusões e amor.

Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.

É assim Adelia De Melo, está Adele Pereira.

Email: adeliapvmelo@hotmail.com

 

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.