AMAR&AMOR- POR ADELE PEREIRA

AMAR&AMOR

Não basta beijos abraços mordidas
Fudidas incontidas
Quero um olhar fulminante que o
corpo atravesse


Que veja alma com muita calma em
suas calamidades
Sem vaidades de amor corporal que
é ganancioso

Amar amor, muito ocioso é temporal
esvai-se com o tempo
Some com vento, perde-se na memória
sem posteriori

Amar amor, é o se entregar em tudo,
sem querer um nada
Amar amor, sem peregrinar, é um
agora sem outrora

Sem pensar nos das histórias são eles
tristes sofridos
Morridos tão idos, só lidos encenados
representados
Amar amor é um elo soldado, sem aço
nas têmperas do tempo


O qual não se desfaz, é ofertado no altar
dos deuses

Amar amor, é louvor ao Deus, o criador,
que se faz presente
Amar amor não tem idade, desconhece
fronteiras
Destrói barreiras, se faz trincheira, vai
a luta sem ter conduta

Amar amor é ver, na humanidade entre
tantos mil

Pegar só um para viver com você, sem
querer saber porque?
Amar amor e saber que o outro, é
igual a você
Só quer amar e ser amado com o
mesmo porque
Que nasceu-lhe a vida, vai-se a morte
sem entender

O amar amor, está no universo, no
ser humano
Em todos os planos, nas dimensões
nos corações
Em mim é em você, no mundo que foi
no que há de vir


Nunca se acaba, está no verbo, só
basta verbalizar

Ti amo! iLoveyou! Ltoshi teru!! ………….
ADELE PEREIRA
19/01/20

 

ADELE PEREIRA

Não tenho Idade numérica, tenho datas comemorativas de vivências.

Aposentada me direcionei ao prazer de escrever, anjos me descobriram.

Deram asas a minha imaginação e me vi blogueira, escritora,

colunista e os poetas, que me perdoem: poetisa.

Palavras dançam na minha mente, e transporto para o papel, sonhos, ilusões e amor.

Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.

É assim Adélia De Melo, está Adele Pereira.

E-mail: adeliapvmelo@hotmail.com

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.