COLUNISTASMaturidadeNewsRicardo Mucci

VOCÊ TEM UM PROPÓSITO?

VOCÊ TEM UM PROPÓSITO?

Eu já me fiz essa pergunta centenas de vezes e imagino que vocês também. Durante a quarentena ela ficou ribombando na minha cabeça com mais intensidade. Estou prestes a completar 70 anos e sinto que está na hora de compartilhar o meu. O que tem me complicado a vida é o jovem que habita em mim e que não me deixa envelhecer sozinho. Fica me azucrinando que a bola ainda está em jogo. Resultado: não sei quando parar, mas por sorte amo o que faço, trabalho pelas causas que me apaixonam e não tenho medo de errar pra acertar.
Você não nasce com o Propósito, você o constrói ao longo da vida. É claro que comportamentos e atitudes se somam a este objetivo, mas é o tempo que dá consistência e relevância à missão. O Propósito é uma obra que evolui dia-a-dia, ano após ano, lado a lado com a construção da nossa história. Esta é a conclusão que cheguei depois de 50 anos de vida profissional, como jornalista e empreendedor.

A LINHA DO TEMPO

Infância em bairro de classe média de São Paulo, pai alfaiate e mãe manicure, cresci sob os cuidados da vó e do avô. Nadador desde os 8 anos. Campeão Paulista juvenil júnior e depois, uma anemia, me levou para o polo aquático. Escola pública até a faculdade de jornalismo. Formação, liderança, professor. Fim de um ciclo em 1975. Ditadura Militar, exílio na Inglaterra e um duro aprendizado sobre a opção ideológica. Profissão entra em cena: Folha de São Paulo, TV Cultura, TV Bandeirantes e TV Globo. Morre Tancredo, largo o jornalismo. Primeiro boné, produtor audiovisual: inovamos em formatos com Minuto do Som Basf e Minuto Bienal. Grana entrando. Segundo boné, dono de bar. Tive uma dúzia deles que marcaram época em São Paulo: Quincas Borba, Barravento, Paulicéia 22, Divina Comédia, Metrópolis e Buca del Pazzo, entre outros. Grana entrando e… saindo. Um hobby que nunca virou negócio. Primeiro erro. Eu era bom criador, mas péssimo gestor. Três des_casamentos e dois filhos: Gabriel e Luiz Felipe, cineastas que moram em L.A./USA.

Anos 90, mudança para Santa Catarina. Um novo tempo. Sócios fora de série, uma equipe de primeira, novos formatos e prêmios. Duas séries de programetes com mais 1.200 episódios sobre a história de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul foram parar no Guiness Book. Depois o documentário sobre Madre Paulina, com Nina de Pádua, Ângela Leal e Sérgio Mamberti, exibido em TVs do Brasil e da Itália. O trabalho resultou em projetos de coprodução com a RAI/TV, entre eles “Italiani Nelli Esteri”, sobre a colônia italiana do Brasil.
Em 1995, novos desafios. Nasce o Animatic, sistema de outdoor com projeção em vídeo. Primeira torre de tela dupla na av. Paulista. O led chegou e eu não prestei atenção. Segundo erro. 1997, internet, globalização. Criação do portal TRIX em parceria com o provedor Matrix. 1998, primeira startup: Brasil Interativo (web-services). 1999, segunda startup: Inteligens (EAD corporativo). Vitória na concorrência. Cliente: Telemar, atual Oi. 24 mil funcionários em 16 estados. Case de e-learning atrai investidores. Opção pelo Grupo Promon. Terceiro erro. Sócio controlador com muitos interesses subestimou o potencial do EAD. Negócio da China, oportunidade perdida, processo, prejuízo monstro, sem maiores detalhes.


Fiquei de mal com o mundo corporativo. Me tornei uma Eireli e estou feliz até hoje. No meio desse turbilhão, o marketing político. Muitas campanhas, derrotas e vitórias. Um grande aprendizado na formulação de políticas públicas. Um prêmio UNESCO com o programa “Vovô sabe-tudo”, em Santos/SP, que tem 20% da população 60+.
2002, 50 anos. Primeiro olhar para o tempo. Descubro a AARP – American Association of Retired Persons: 38 milhões de filiados nos Estados Unidos. 2005, revista National Geographic publica a primeira reportagem sobre as Blue Zones. Segundo olhar para o tempo. Largada para novos trabalhos e projetos: criação da Umana Media House, uma produtora de vídeos e causas (umana.com.br); Sapiens Parque, em Santa Catarina; Nanoaventura, para Unicamp; Diretoria de Novos Negócios na TV Cultura; consultor do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; a Amazônia de Margaret Mee, projeto transmídia em parceria com StarlightRunner/USA; Criaticidades – cidades criativas do Brasil – Santander; Plano Estadual de Economia Criativa do Estado de São Paulo; SampaCriativa – ideias para uma nova metrópole – SESC/SP; Trabalhar pra quem?, série documental para TV sobre os jovens da comunidade de Heliópolis, vencedora do Prix Jeunesse Iberoamericano; Lubinho série de animação infantil para o canal internacional ZooMoo.

2016, volta à escola para estudar a relação entre a vida, o tempo e a tecnologia. Mestrado em Comunicação Social. 2017: Lançamento do portal Viveragora.com.br. 2018: nasce a RicardoMucci.com. 2019: Lançamento da Rede Amigo do Idoso de São Paulo (raisp.org.br) e da SeniorTV, no Longevidade Expo Fórum. 2020, pandemia. Projetos em stand-by. O mundo virou de cabeça pra baixo. Home-office e delivery. Tempo para pensar, refletir e criar. No meio da quarentena nasceu o coletivo Jornalistas Online, profissionais experientes traduzindo o Brasil para os brasileiros (youtube.com/c/JornalistasOnline/videos).


UMA DESCOBERTA, UM PROPÓSITO

E assim se passaram 50 anos dos quase 70 que vivi até agora. Olhando para trás identifico projetos e trabalhos criativos que, de alguma forma, contribuíram para a qualidade de vida das pessoas. Não fiquei rico nem pobre. Apenas cumpri a missão que o universo me reservou. Quero seguir como arquiteto de ideias de impacto socioeconômico para geração de emprego e renda para os 50+. É neste contexto que estão os meus projetos de 2022.

Quero seguir com esse Propósito, que é individual, mas também colaborativo e coletivo. Estou nas redes sociais botando a boca no trombone em defesa dos 50+ e do respeito à diversidade ampla, geral e irrestrita. Quero comunicar e construir redes de relacionamento entre gerações, para que o futuro nos receba do jeito que a gente merece. Velhos e felizes.

Esta é a minha história. Este é o meu Propósito.

Ricardo Mucci

Jornalista e palestrante.
Arquiteto de inovações de impacto socioeconômico.
Ajudo a repensar a longevidade e a maturidade moderna.

Instagram: https://www.instagram.com/ricardomucci52/

Facebook: https://web.facebook.com/ricardo.mucci.1

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/ricardomucci52/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo