Envelhecer

ARRISQUE OU ACEITE O COMUM- MADIS

SE VOCÊ NÃO ESTÁ DISPOSTO A ARRISCAR,
ESTEJA DISPOSTO A UMA VIDA COMUM

Essa frase, dita por Jim Rohn, um dos mais influentes empreendedores dos Estados Unidos,pode soar intimidadora, mas ela carrega uma mensagem poderosa: se queremos alcançar algo fora do comum, precisamos estar dispostos a assumir riscos

Muitas vezes, o medo do fracasso ou do desconhecido nos impede de tentar coisas novas.
Ficamos presos em nossa zona de conforto, seguindo uma rotina que nos parece
segura e previsível, mas que, no fundo, pode nos levar a uma vida monótona e
sem grandes realizações.
Por outro lado, quando estamos dispostos a arriscar, nos permitimos
explorar novas oportunidades, aprender com os nossos erros e crescer como indivíduos.
Não é fácil, mas é necessário se queremos realizar nossos sonhos e objetivos.

É importante lembrar que arriscar não significa ser imprudente ou negligente.
É preciso avaliar os riscos e tomar decisões conscientes, mas sem deixar que o
Medo paralise nossas ações.
Assumir riscos também não é garantia de sucesso, mas é a única forma de
descobrirmos o nosso verdadeiro potencial.
E mesmo que falhemos, podemos aprender com nossos erros e usar essa
Experiência para crescer e nos fortalecer.
Então, se você quer viver uma vida fora do comum, esteja disposto a assumir riscos.
Não se contente com uma vida comum e monótona.

Tenha coragem de explorar novas oportunidades e seguir seus sonhos,
mesmo que isso signifique enfrentar desafios e incertezas ao longo do caminho.
Afinal, é arriscando que se alcança grandes conquistas e realizações

Madis

Madis 70+, Fundadora do Projeto Envelhecer com Estilo,
entusiasta do envelhecimento ativo e defensora
do potencial empreendedor que a longevidade oferece.
Como membro ativo do Movimento Stopiadasimo,
promovo uma visão positiva e inclusiva do
envelhecimento, desafiando estereótipos e
preconceitos relacionados à idade.
Minha jornada me levou a explorar as mídias
sociais como plataforma para inspirar e conectar pessoas
de todas as idades, fomentando o
empreendedorismo e compartilhando experiências
Acredito que a idade é apenas um número, e
defendo que paixão, criatividade e inovação
não têm limites.

 

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário!!

Pular para o conteúdo