Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

EXERCÍCIOS CEREBRAIS PARA MANTER A MEMÓRIA

EXERCÍCIOS CEREBRAIS PARA MANTER A MEMÓRIA
5 (100%) 5 votos

A ginástica neuróbica ou exercícios cerebrais é um complexo de exercícios que ajudam o cérebro a se desenvolver. Foi desenvolvida por Lawrence Katz, um professor americano de neurociência, com base nos resultados de estudos realizados no final do século XX. Eles mostraram que, embora a mente enfraqueça com a velhice, existem métodos para mantê-la em forma, mesmo na velhice.

O fato é que, quando tarefas rotineiras semelhantes são resolvidas no cérebro, os processos das células nervosas (dendritos) são esgotados. De forma contrária, novos dendritos são sintetizados enquanto se procura soluções não padronizadas. Exercícios cerebrais ou neurológicos são baseados nesse mecanismo.

Alguns desses exercícios cerebrais simples, mas eficazes, segundo todo os estudos dos cientistas.

 

1. Aprenda novos odores

 

De manhã, imediatamente após acordar, inale novos aromas, por exemplo, aromas de óleos essenciais. Isso desperta o cérebro. Os neurocientistas dizem que nosso olfato é o único condutor diretamente conectado ao centro emocional do cérebro.

 

2. Leia livros e revistas que não são do seu interesse

Compre novas revistas (ou leia artigos na Internet), que não pertencem ao círculo de seus interesses. Sobre pesca, se você gosta de moda; sobre negócios, se você é um pescador. Não é necessário que você estude o assunto em profundidade, apenas mude os assuntos.

 

 

3. Use os pés

Nossos pés têm um grande número de terminações nervosas que interagem diretamente com o cérebro e com todas as outras partes do corpo. Tente realizar algumas ações com os pés. Uma almofada caiu do sofá? Pegue-o com os dedos dos pés e puxe-o de volta. Você precisa escolher sapatos novos? Leve a questão a sério e concentre-se totalmente nas sensações de seus pés.

 

4. Leia em voz alta

Leia em voz alta para alguém, alternando os papéis do ouvinte e do leitor. Enquanto se lê em voz alta ou escuta, o cérebro usa novos circuitos neurais que não funcionam quando lemos silenciosamente. Desta forma, o cérebro está mais ativamente conectado ao processo.

 

5. Pense com novas palavras

Responda as perguntas sem usar clichês e clichês. Ou pelo menos pense com novas palavras e frases. Forme o mesmo pensamento em sua cabeça de maneiras diferentes .

 

 

6. Mude o ritmo habitual

Altere o ritmo das ações habituais. Tente, por exemplo, um novo ritmo para lavar pratos ou pentear o cabelo. Se você está acostumado a fazer tudo rapidamente, reduza sua velocidade conscientemente e, se for uma pessoa lenta, esforce-se para executar as ações habituais mais rapidamente.

 

 

7. Use a outra mão

Periodicamente, faça o trabalho doméstico habitual com a mão fraca: esquerda, se você for destro, e direita, se você for canhoto. Experimente, por exemplo, escovar os dentes, escrever texto no seu smartphone, lavar a louça ou aplicar um creme com a outra mão.

 

8. Faça relações

Como um jogo para treinar seu cérebro, faça uma relação entre objetos que não tenham nada em comum. Tente escolher duas coisas ao seu redor e encontre o máximo possível de coisas comuns entre elas.  Use metáforas…

 

 

9. Mova-se às cegas pela sua casa

De vez em quando, ande às cegas pela casa, tentando se orientar com os olhos fechados. Aqueles que confiam em suas habilidades podem até tentar tomar banho. Quando a visão é bloqueada, todos os outros órgãos dos sentidos são abruptamente ativados.

 

10. Ocupe seu cérebro enquanto espera por algo

Enquanto você está na fila ou, por exemplo, durante uma longa viagem, você também pode brincar com seu cérebro: pode sentir uma moeda cuidadosamente, estudar seu relevo ou lembrar palavras de acordo com alguns critérios, por exemplo, nomes de cidades ou palavras que começam com uma certa letra.

 

 

 

11. Prepare pratos comuns de uma nova maneira

Prepare os seus pratos habituais de uma forma diferente, experimentando os gostos, a ordem de servir ou a temperatura. Você pode adicionar um novo molho, cozinhar macarrão al dente e não bem cozido. Ou você pode experimentar as formas de cozinhar. Por exemplo, altere a ordem das etapas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Os exercícios neuróbicos envolvem todos os 5 sentidos de uma pessoa e pelo menos um deles deve necessariamente funcionar em um novo contexto. Isso produz neurotrofina, uma substância que promove a formação de novas células nervosas e as conexões entre elas.

Ao realizar os exercícios para o treinamento do cérebro, é importante envolver o fundo emocional, fazer algo que cause novas emoções.

 

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×