Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

SOBE O MURO POR APARECIDA CAMILO

SOBE O MURO POR APARECIDA CAMILO
5 (100%) 13 votos

 

 

Sobe o muro

 

 

Eu gosto de carinho, pegar na mão, abraçar forte e dizer eu te amo.

De conversar. De estar certa, quando de fato estou certa.

De quem compreende o que eu digo.

De quem me escuta com o coração

e usa a razão para me orientar dentro do que eu penso.

Da minha forma de ser. Dos meus medos.

Eu gosto de quem sorri com os olhos,

de quem se desculpa por atitudes,

de quem sabe conversar com toques

e também de quem sabe se declarar em silêncio deixando

sua ternura na alma de quem o percebe.

Dos meus inscritos. Dos meus defeitos.

Das minhas músicas Clássicas. Dos meus blues.

Da minha solidão.

 

 

Do meu jeito de ser, da forma que me visto,

do meu gosto por objetos antigos.

De pessoas que se importam com pessoas.

De noites de luar e dias de brisa leve e Céu nublado.

De chuva e de sol. Eu gosto de gente que assim igual a mim,

gosta de um bom livro e se emociona se a história é triste ou alegre.

Eu gosto de gente que gosta de cinema, comer pipoca,

sorrir alto sem medo das críticas daqueles que não sabem sorrir.

De gente feliz, alegre, livre, leve, de gente forte,

que não precisa de outra pessoa para dizer-lhe o quanto é capaz, pois ela é!

Gosto de gente que apesar das dificuldades que enfrenta,

não se omite em ajudar o outro.

 

 

Gosto de gente desnuda de qualquer outro sentimento que não seja o de amar e ajudar.

Gosto de gente que me escuta sem me julgar, de gente que cala e fala,

nos momentos certos, de gente que diz sim e não se precisar, de gente verdadeira.

Gosto de gente feliz, pois a felicidade é sempre o fim que a natureza humana visa.

É a felicidade uma atividade inerente às nossas emoções,

por se tratar de um sentimento que todos podem acessar,

mas ela só permeia àqueles que não ficam a ermo

adormecido pelos acontecimentos passados.

Ela não é uma disposição. Com a felicidade, nada falta,

ela é completa, e autossuficiente.

 

 

É um comportamento e uma atividade que não visa

nada mais do que a nós mesmos.

Quando estamos felizes, nós nos bastamos.

Eu guardo as minhas dores em frascos denominando cada um,

para que eu não esqueça e não torne a repetir o que já foi um dia,

o que já não é e o que ainda restou, para eu lembrar,

que todos devem ser esquecidos,

por isso preciso vê-los, nas prateleiras do tempo.

Eu sou para quem sabe ter e ver.

O que na minha alma existe somente quem ama igual a mim,

será capaz de enxergar.

Minhas emoções são das verdadeiras.

Eu só demonstro pra quem eu acredito que possa comigo.

Ninguém sabe. Mas eu tenho um coração de, ah!

Sobe o muro e vem ver!

 

Aparecida Camilo , Advogada atuante e Pós-Graduada em Língua Portuguesa, durante seu tempo por aqui entre todos que denominamos humanos, sempre lidou com pessoas. Não seria diferente a escolha de sua profissão. Trabalhou pouco em sua vida, mas sempre gostou de estudar e estudou um pouco. Não saberia dizer em que idade se encontra, pois tem dia que vive a sapiência e o silêncio dos 100 anos, outro vive o glamour dos 20, outro a introspecção dos 40, e ainda tem aquele dia que ela vive somente a teimosia dos 5 anos de idade, em seu Registro de Nascimento consta que ela completou 54, com gratidão a este Universo tão vasto e bonito que nos faz sonhar e esperançar, que chamamos Deus e vive sempre com as possibilidades que a vida apresenta, o seu lema é: viver um dia por vez, aprendizado que obteve ao longo de sua vida e espera ainda viver na serenidade.

E-mail: aparecidacamilo@hotmail.com

https://www.facebook.com/aparecida.camilo.33

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×